Em deriva

Deixei a Nave de Kika perdida no espaço. Andei sem tempo, sem motivação para comandar essa nave. Tenho trabalhado muito para poder manter a vida. Esta muito difícil às coisas para o meu lado. Desde que meu marido morreu, há oito anos, que tudo na minha vida virou de ponta a cabeça. Desenrolar todo esse…

Continuar lendo

A Nave de Kika literalmente é a casa dos sonhos é fácil de manobrar e pode navegar sobre qualquer tipo de terreno, como água, neve, lama e terra, entre outros.  Claro! Vez ou outra ela viaja pelo universo pousando em algum lugar na via Láctea. Na velocidade da luz. Quando isso acontece, Kika passa semanas…

Continuar lendo

Barulhos.

Meu Deus! Tenho a impressão que moro no lugar mais barulhento da face da terra, ou será que já estou ficando rabugenta? Moro na Zona Sul do Rio de Janeiro, num bairro com muitas facilidades, incluindo conduções para qualquer canto da cidade. O problema é que ultimamente o barulho da vizinhança do meu prédio tem…

Continuar lendo

Retrospectiva de 2011

Essa uma retrospectiva da minha vida do ano 2011. Não tive grandes surpresas, mais aconteceram coisas boas. Eu diria que foi um ano muito bom, um ano de paz e de alguns encaixes de situações que ficaram meio atravessadas. Foi o ano de arrumação interior e de preparação de situações para 2012. A saudade já…

Continuar lendo

Fui abduzida!

Só agora me dei conta que não estou no meu lugar de origem. Exatamente como no seriado de Tv americana “The 4400”. Para quem assiste o seriado sabe do que estou falando. Para quem não assiste…  O tema central da série é que durante o ultimo século milhares de pessoas sumiram, foram dadas como mortas…

Continuar lendo