Eu Poria…

Vinda diretamente do Sul brasileiro para passar o feriado no Rio de Janeiro com seu amado, Rafaela, que carinhosamente tem o seu nove abreviado para Rafa, é uma bela mulher pra ninguém botar defeito. É dessas mulheres lindíssimas que entrou na fila da beleza por três vezes, deixando mulheres como eu sem senha.

O único problema de Rafa é a teimosia. É o tipo de pessoa com personalidade forte que não convém contrariar.

Ao entrarmos numa loja de artigos para cama, mesa e banho, Rafa ficou indecisa sobre a cor de um de um determinado produto que só havia nas cores preta e bege.

Sabedora para que fim ela levaria o produto, opinei.

Ao tentar ajudar minha mais nova amiga, houve uma saia justa, dentro de uma loja cheia e com pessoas conhecidas.

– Não sei se levo à preta ou a Bege? Que cor você acha que ficaria melhor?

– bem… Disse eu: – A preta.

– Á preta? Exclamou Rafa meio indecisa.

– Sim! Eu (poria) a de cor preta que vai combinar bem com a cama de casal.

Imediatamente Rafa jogou o produto para o lado e em alto e bom som mandou essa pérola:

– Poria???? Poria não existe!!!! Não existe essa palavra.

– Que????? Como assim!!!!

Tentando reverter o que ela disse, falei baixo.

– Claro que existe é um verbo. Poria do verbo pôr.

Imediatamente Rafaela começou a teimar e a falar mais alto, dando uma aula de Português.

Não querendo contrariar a minha amiga e sabedora da imposição dela, por fazer valer a sua opinião, me calei. Ao olhar para a minha frente, percebi uma senhora que ria de canto de boca e abanava a cabeça negativamente. Percebendo ali uma aliada na língua portuguesa do Brasil, perguntei se a tal senhora era professora e para minha sorte a resposta foi afirmativa.

Logo imaginei aquela senhora uma professora do primeiro grau dando aulas de português para a criançada. Com toda humildade e sabendo que eu estava certa, perguntei para a senhora se o tal verbo não existia.

A senhoria imediatamente falou que existia e que era do verbo Pôr, Condicional do Futuro do Pretérito.

Rafaela nem ouvia à senhora e foi logo dizendo que morou por quatro anos em Portugal e que nós brasileiros (incluindo ela), falávamos o Português errado e etc.

A tal senhora professora achando graça, ainda lhe aplicou um belo exemplo.

– Desculpa meu bem, mais EU PORIA SE PUDESSE.

Rafa nem quis assunto e saímos da loja com Rafaela teimando a sua sabedoria portuguesa. Continuei afirmando e ela dizendo que em Portugal, bla, bla, bla…

No meio do caminho ela me disse muito séria e com tom de briga:

– Olha Kika nós vamos brigar feio!

Para que Rafaela não ficasse contrariada eu me calei, afinal ela é turista na minha cidade e não queria que ela, apesar de brasileira, não voltasse para a sua cidade no Sul brasileiro, aborrecida.

Então… Resolvi pesquisar na internet a diferença entre o português brasileiro e o português europeu. Encontrei vários sites referindo-se a diferença brasileira e europeia, mais resolvi postar aqui um trecho do Wikipédia.org, que diz o seguinte:

“Português brasileiro ou português do Brasil (abreviado como pt-BR) é o termo utilizado para classificar a variedade da língua portuguesa falada pelos mais de 190 milhões de brasileiros que vivem dentro e fora do Brasil. O enorme contingente populacional do Brasil, quando comparado com os demais países lusófonos*, implica que o português brasileiro seja a variante do português mais falado, lida e escrita do mundo”…

E ainda:

“Antes da chegada de Pedro Álvares Cabral ao Brasil, havia mais de mil línguas no território que coincide com o atual país, faladas por indígenas americanos de diversas etnias. No decorrer de sua história, o português brasileiro incorporou empréstimos de termos não só das línguas indígenas americanas e africanas, mas também do francês, do castelhano, do italiano e do inglês”.

Ainda encontrei um site sobre várias palavras portuguesas, diferentes do português brasileiro. Vale a pena pesquisar.

http://pt.scribd.com/doc/12903076/Diferencas-Com-o-Portugues-de-Portugal

Posto aqui o verbo PÔR no Futuro do Pretérito/ Condicional.

Eu poria
Tu porias
Ele/ela poria
Nós poríamos
Vós poríeis
Eles/elas poriam

* Lusofonia é o conjunto de identidades culturais existentes em países falantes da língua portuguesa como Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e por diversas pessoas e comunidades em todo o mundo.

Portanto, lusófono significa “da língua portuguesa” ou “de língua portuguesa”..

Não confundir com lusitano ou luso, que indica origem da Lusitânia ou seus moradores, ou seja, português de Portugal. Apesar de que Lusitânia é um nome errado para Portugal, pois a província romana da Lusitânia não corresponde ao território de Portugal apesar de que os povos que aqui habitaram são a base etnológica dos portugueses do centro e sul.

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

One thought on “Eu Poria…

  1. miriangela

    Miga,é brincadeira!!! Nem vou comenta. Você sabe o que estou pensando. Como não tenho papas na língua, vou me conter: – Mas… só digo uma coisa: – Esses portugas nos fuderam no passado, nos roubaram adoidado e ainda continuam interferindo em nossa vida!? Quando é que o governo brasileiro vai dar jeito nisso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>