O 7º caiu…

Mais um ministro envolvido em suspeitas de desvios de recursos públicos, que deixa a cadeira no governo Dilma. Desta vez na dança das cadeiras quem sobrou foi o Ministro do trabalho Carlos Lupi que espertamente renuncia.

As denuncias envolvendo esse senhor ministerial nas últimas semanas são de se beneficiar-se de convênios irregulares do seu ministério com ONGs e de ter trabalhado como funcionário fantasma na Câmara de Deputados.

Irregularidades essas, que em minha opinião não diferencia dos outros políticos envolvidos em corrupções. Todas as denunciam são de roubos nos cofres públicos e de esquemas de propinas para se favorecerem.

Com a maior cara de pau o ministro Lupi defendeu-se das acusações e disse que renunciou para evitar que o “Ódio das forças conservadoras do país” atinja o governo.

– O que é isso companheiro?!

– Sabe por que o senhor renunciou ao cargo?

– Porque a Comissão de Ética Pública da presidência da República pediu a sua cabeça.

Simples assim!

O senhor negou todas as acusações no Congresso e em antevistas coletivas e ainda afirmou que:

– “Saio com a consciência tranquila do dever cumprido, da minha honestidade pessoal e confiante por acreditar que a verdade sempre vence”.

O senhor só não contava com uma versão contrária a sua defesa, obrigando a Comissão de Ética pedir a sua cabeça e uma reportagem da Folha de São Paulo informar que o senhor ocupou simultaneamente, por cinco anos dois cargos públicos.

É isso ai bicho! Agora o senhor esta livre para criar empresas e originar todo o seu patrimônio construído com o suor do povo brasileiro.

Nenhum político até o momento devolveu tudo o que rapinou e não vai ser o senhor o primeiro a devolver, levando o Brasil à posição vergonhosa da corrupção de seus representantes, porque contra fatos não há argumentos, por mais que se tente.

E pensar que ainda surge um idiota procurador da República lá das bandas do Mato Grosso do Sul que ajuizou esta semana uma ação civil pública na Justiça Federal, sugerindo que a União construa um presídio exclusivo para corruptos.

Ah!!! Faça-me o favor!   Vão catar coquinho.

Que papo furado é esse Procurador?

Já temos presídio de mais em todo o país, abarrotados de criminosos esperando sentenças que nunca sai porque a justiça brasileira em sua lentidão e cegueira não julga, prevalecendo à soltura de muitos deles.

Quem comete crimes de qualquer espécie tem que ir pra cadeia comum sem privilégios e sem imunidade parlamentar. O povo já esta bastante sofrido para ainda sustentar esses miseráveis numa cadeia de férias com toda a mordomia, porque em meu entender o que o senhor esta querendo é fazer um SPAR para esses ordinários que nem sequer chegaram a conhecer a tal colônia de férias, pois, em minha trajetória de vida ainda não vi um corrupto ir para a cadeia, seja parlamentar ou não.

Deixa de gracinha, Procurador e vai trabalhar sério, pois acho que o senhor esta pensando em causa própria.

E a senhora Presidente Dilma, afirma que vai torcer por menos escândalos de corrupção em seu gabinete em 2012.

Acho bom! Porque até agora o seu dedo, ou melhor, a sua caneta esta podre ao escolher o seu ministério.

Continue na sua faxina que ainda tem muita sujeira pelos cantos do seu ministério!

 

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>