O Enigma dos Relógios

primeiro novatoEm cada cômodo do meu apartamento tem um relógio de parede. Essa doidice se deu, quando da família ainda grande e com várias obrigações com horário marcado. Assim em cada cômodo que cada um estivesse poderia ver a hora e não se atrasar para as obrigações devidas.

Esses relógios está há anos pendurados nas paredes. Chegaram logo após a mudança para cá. Com exceção do relógio da sala de visitas, que é um relógio grande, antigo, de madeira talhada, os outros são relógios de plástico com molduras coloridas, desses que compramos em lojas de departamentos e que custam de dez a vinte reais. Mais sempre funcionaram bem.

Ao tentar matar uma barata que subia pela parede do banheiro, acertei o relógio que veio ao chão e se espatifou todo.  Substitui então por um relógio um pouco maior, com flores cor de rosas no lugar dos números. Bem bonito mesmo. Coloquei pilhas novas e pendurei o lindinho no lugar do falecido.

Eis que meia hora depois o relógio estava parado. Meu filhote intelectual palpitou que poderia ser as pilhas baratas. Então troquei novamente as pilhas por pilhas de maior qualidade. Novamente o dito cujo parou meia hora depois.  O interessante é que quando eu tirava o relógio da parede ele voltava a trabalhar e eu pendurava novamente. Achei que seria o prumo da parede, ajeitei o prego e novamente o bendito parava meia hora depois. Resolvi então deixa-lo em cima do móvel da sala e sai para comprar um relógio novo.

Desta vez comprei um menor, elegante, sisudo. Branco e cinza meio ovalado e com a numeração na cor preta. Meia hora depois o novato parou!

Fiquei bege, azul, sei lá.

Ao conferir o outro relógio que estava no móvel da sala notei que ele estava funcionando perfeitamente bem, encostado na parede. Encostei o novato também e os dois funcionaram bem. Foi ai que resolvi trocar o prego de lugar na parede do banheiro e pendurei o mais novinho, o sisudo.  Novamente parou.

O que poderia ser?

Então fiz um teste. Peguei o relógio da cozinha, que é todo cheio de desenhos de frutas e nunca atrasou ou adiantou e coloquei no banheiro no lugar do antigo, onde os novatos não funcionaram. Coloquei o novato sisudo no lugar do relógio da cozinha e deixei o de flores em cima do móvel da sala.

Pasmem!!!

Todos estão trabalhando bem sem atrasar e nem mesmo adiantar um segundo.

Qual seria o enigma dessa história? Porque os relógios novos não funcionam no banheiro e o velho da cozinha sim? E porque os novatos funcionam em outros lugares e não no banheiro?

Caro leitor, se você souber decifrar esse enigma escreva para mim, vou adorar saber.

Inté! Que a hora já se faz adiantada.

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

3 thoughts on “O Enigma dos Relógios

  1. Rúbia

    Aconteceu comigo!!! Loucura né! Comprei dois e nenhum funcionou….magoar desisti!

  2. Leandro Pimentel

    Os relógios antigos eram melhores percebi que os mais modernos são mais sensiveis a campos magnéticos.Pode ser que oque esteja parando os relógios mais modernos seja algum fio dentro da parede gerando campo magnetico canos de agua que tambem podem afetar criando campos magneticos . espero ter ajudado!

  3. Lara

    Nossa… essa postagem é de 2011 e aqui pelejando com 2 relógios que não funcionam na cozinha. Meu palpite é que os azulejos interferem. Mas quero uma solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>