E ai mulherada… Ta difícil de arranjar um companheiro?

Quantas vezes alguém perguntou para você.

– Porque esta sozinha?

– Tão bonita e sozinha?

– Ta escolhendo muito hein…

Fala sério!

Onde andam os homens gentis, bom de papo, desimpedidos e que realmente desejam um relacionamento sério com uma mulher?

Cadê aquele homem com cheirinho de loção pós-barba, que gosta de um cineminha e ainda paga a conta?

Porque não vemos mais os homens de mãos dadas com uma mulher, braço no ombro e comprando um saquinho de pipoca?

Onde anda aquele que cuida; que protege; que circunda?

Pode procurar que você não vai encontrar. É jurássico.

Desapareceram juntos com os Dinossauros.

Sabem o que aconteceu?

Foram engolidos pelas Lilith’s, quando abdicou do paraíso.

Exatamente querida leitora. Nós mulheres somos as únicas culpadas.

Lutamos pelo feminismo. Recusamos os sutiãs, passamos a votar e a decidir sobre nossas vidas. Manuseamos armas, enxadas, contas bancárias. Bebemos em boteco, fumamos charutos e até maconha. Sentamos de pernas abertas, falamos palavrões, rimos alto, jogamos no bicho, dirigimos automóveis e até aviões. Sustentamos os nossos homens e consentimos que eles se deixassem sustentar.

Vulgarizamos-nos. Tiramos a roupa no verão, no carnaval, na praia e até no trabalho. Transamos na primeira vez, beijamos como se fosse à última vez e ainda fazemos grandes modernidades sexuais.

Aceitamos a amante, a tratante e as mentiras. Engolimos o choro quando da primeira bordoada na cara. Perdoamos, atropelamos, nos humilhamos e ainda nos maldizemos.

Estamos facinhas! Babaquinhas! Fúteis!

Os homens de bobos eles não tem nada. Essa nova espécie homo sapiens, entendeu bem a revolta feminina e acabaram gostando. Afinal…

Que bom ter uma mulher a cada dia, não pagar a conta, fazer filho e deixar que a mulher crie sozinha, enfiar porrada na cara da companheira quando zangado e ainda beber com o dinheiro do trabalho da mulher.

Se tornar metro sexual, depilar e cultuar o corpo, usar cremes, fazer plásticas, usar roupas modernas, sandálias no pé, brincos e até maquiagem.

E gostaram tanto que muitos estão virando mulheres!!!

Que gostosura só fazer sexo sem compromisso, usar e depois contar pra todos os amigos.

Não pagar o motel,  porque na nossa casa é mais confortável. Tem TV, som, comidinha e bebidinha, tudo pago com o nosso dinheirinho e ainda nós…  Somos o prato principal.

É amiga querida…

É por isso que você esta sem companheiro. E quando encontra um… Vixi!

Não vale a comida que come. Mais mesmo assim, você fica com ele para dizer para as suas amigas que você ainda esta podendo.

Para dizer que você não esta velha, que tem um traste do seu lado, mais tem.

Um traste que te enche de porrada e você o desculpa sempre na hora do sexo. Tornando a apanhar no dia seguinte. Mais mesmo assim você não o larga só para dizer que tem marido.

Na balada… Beija na boca,

No trabalho… Transa no banheiro,

No ônibus… Paquera o motorista,

Na praia… Mostra toda a bunda

No barzinho… Enche a cara e da pra qualquer um.

E assim vai. A mulher desse século se transformou em NADA.

Um brinquedo para os homens se divertirem.

Não! Não estou revoltada e muito menos mal amada.

Nada contra e nem a favor.

Já tive minha cota de prazer, amor e felicidade.

Agora é só correr pro abraço.

Mais voltando ao assunto, que você me interrompeu…

Ter um macho sincero, que não olhe pra bunda de uma fêmea, que não anote o telefone da gostosona da tua vizinha, que não seja casado (assim mesmo ele trepa fora)que pague as suas contas, que não te obrigue a cozinhar pra ele enquanto ele assiste ao futebol e te trate como ÚNICA…

Só mesmo uma espécie canina!

E Se não gostar… Um felino!

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

One thought on “E ai mulherada… Ta difícil de arranjar um companheiro?

  1. Fatima

    Adorei seu artigo Kika… e até imprimir….pois tenho uma filha babaca assim mesmo….o namoro mas longo dela foi 7 meses e os outros não passam de 1 mes a quinze dias…já falei com ela dessa modernidade de sair transando com o cara assim que conhece….mas ela diz que quer aproveitar a vida e conhecer um em cada Estado e País…
    Ela fica triste e diz que é difícil achar alguém que goste dela.
    Espero que ela mude essa maneira de ver a vida…pois ela só tem 22 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>