171 da ex- macumbeira e agora evangélica

Há um programa evangélico na Tv brasileira em que uma senhora de idade, se intitula ex- macumbeira, ex- cartomante, ex- sensitiva, ex- amiga dos espíritos, ex- bruxa e ex- mãe de santo.”

É muito EX para uma pessoa só.

Acontece que dona Coisinha (è assim que vou chamá-la) também é uma ex-marqueteira de Supermercado.

Isso mesmo!

Dona Coisinha trabalhava para um ex- supermercado famoso no bairro do Largo do Machado no Rio de Janeiro. Suas habilidades de 171 constituíam em anunciar algum produto bem no meio da loja, em voz alta, dizendo que aquele produto estava em promoção e era um produto de boa qualidade e que ela usava e a família também.  Geralmente eram produtos congelados, com data de fabricação á vencer e de marca duvidosa.

Dona Coisinha jurava que o produto era bom e até dava receitas culinárias de como preparar o tal produto. A mulherada a rodeada para entender melhor sobre o produto. Até que uma vez uma senhora havia comprado uns hamburgueses, anunciado por ela, e quando chegou a casa notou que o dito cujo estava já esverdeado.

Não será necessário dizer à briga que essa consumidora fez no mercado. Dona Coisinha logo foi transferida para outra filial do dito mercado até que sumiu de vez, pois esse marketing não colava mais diante das espertas consumidoras.

Não tenho por hábito assistir TV aberta, mais numa madrugada perdi o sono e liguei a TV para ver algo que pudesse passar o tempo até a hora de levantar.

Foi quando deparei com Dona Coisinha anunciando as suas peripécias como Ex-Tudo.

Ela deu uma repaginada no visual. Estava bem vestida, bem penteada e até usava um anel vistoso.

Falava ao tal pastor as coisinhas maravilhosas que ela fazia quando macumbeira. Explicava que ela fazia feitiço para adoecer alguém e com a ajuda dos espíritos ela podia matar qualquer pessoa. Dizia que colocava nas encruzilhadas comidas e bebidas para os Exus e que seus amigos mais íntimos eram os encostos.  Dizia que foi sensitiva, que lia as mãos e que escutava qualquer tipo de voz vinda do além. Dona Coisinha chegou ao extremo de dizer a sua intimidade física com os espíritos que na minha ignorância entendi que ela transava com os espíritos.

Hoje ela é de Deus! Jesus já havia perdoado todos os seus erros e ela não fazia mais isso.

Carambá!!!!!!  Apesar de todo o mal que ela mesma confessou?

O Pastor fazia maior sensacionalismo e fazia dela uma mulher importante porque esteve e entendia com/dos espíritos e hoje ela via a Luz e para fazer jus ao título, dona Coisinha respondia as perguntas que os insones telespectadores faziam por telefone.

Era qualquer coisa de cair na gargalhada.

Uma telespectadora dizia da frieza de seu marido, que ele não a procurava mais e que só chegava a casa tarde da noite.

O Pastor logo consultou dona Coisinha para saber se era encosto.

(Ué… Dona Coisinha agora é de Deus!?)

Claro! Dona Coisinha disse que era mandinga e das pesadas, que naturalmente foi feita com a ajuda do capeta, por alguém que queria o mal dela e que naturalmente o marido dela estava com amante.

Mais como assim?

Dona Coisinha falou e afirmou que era uma mulher de Deus. Que só tinha Jesus cristo no seu caminho e que não lidava mais com essas coisas de espíritos.

E como ela sabia que era mandinga e que o marido da tal mulher estava com amante?

Fala Sério!

Outra telespectadora insone ligou para dizer que andava deprimida, sem vontade de fazer nada, doente com dores nos ossos e que não arranjava trabalho.

O pastor, esperto como nunca, afirmou a essa senhora que eram os encostos que estavam trazendo essas doenças para ela (E como o Pastor sabe?) e que ela deveria ir ao tal culto da tal igreja e consultando a Dona Coisinha, com voz macia e pousada, foi logo afirmando que havia um EBÓ dos bons (Dos bons? Como assim?), feito para essa senhora e que ela deveria procurar a Igreja imediatamente para o Pastor orar e sanar todo o mal.

Esse pastor é um homem ou algum mensageiro dos planos superiores?

Dona Coisinha… Quem não te conhece é que te compra!

A senhora deve estar ganhando uma grana preta para dar esses depoimentos mentirosos na TV, para essas igrejas institucionalizadas que nada fazem a não ser pegar a grana dos sofredores incautos.

Se Deus existe de fato…

Espero que todas as Igrejas e fieis mentirosos, que ganham fortuna através da fé do povo…

Venham Abaixo!

(Art. 171 – Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento:

Pena – reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, e multa.)

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>