O Anel da solidariedade

KikaRioFinal de semana, minhas irmãs e eu fomos convidadas para um churrasco, cujo objetivo era arrecadar uma grana para ajudar a um amigo que passa por situação difícil de saúde e precisa urgentemente de grana para arcar com as despesas médicas.

Pagamos a quantia de dez reais cada uma, com direito a carne, aperitivos, cervejas e deliciosas sobremesas. Tudo havia sido organizado por uma de minhas irmãs em sua casa.

O churrasco estava ótimo e o bate papo estava agradável. A única coisa que me incomodava era o som alto tocando pagode. Quem me conhece sabe que curto um Blues, Rock e Heavy Metal. Mais não existe churrasco sem o pagode e vamos combinar que um Heavy Metal não combina com churrasco.

Tudo corria muito bem, quando alguém pediu a atenção de todos e comunicou que um convidado estava leiloando um anel masculino em ouro amarelo polido 18K com detalhes, pesando 3.70 gramas, avaliado em R$ 843,60 (oitocentos e quarenta e três reais e sessenta centavos) e toda a quantia arrecadada seria em prol do tratamento médico do tal amigo em questão.

lelokaO Anel da solidariedade correu de mão em mão, ou melhor, de dedo em dedo, para que todos pudessem avaliar a beleza de seu ouro brilhante. Infelizmente não pude nem tentar dar um lance, pois eu só estava com dez reais para voltar para casa e de buzão, mais não me impediu de colocar no dedo e posar para as fotos.

Outro amigo em comum se passava por leiloeiro e notando que os lances estavam tímidos, soube divertidamenteClaudia provocar os convidados à medida que todos pegavam na peça de ouro.

Nossa amiga Cláudia, recém casada e freqüentadora assídua da escola de samba Salgueiro, também estava nesse churrasco e seu maridão um próspero comerciante foi quem levou o lindo anel, pago na hora em espécie, pela bagatela de R$ 640,00 (seiscentos e quarentas reais).

Gil  e o seu novo anelQuem pode, pode, quem não pode se sacode!

Euzinha como não to podendo, fiquei na minha e ainda peguei uma carona com eles para casa economizando meus ricos dez reais.

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>