Brizola e os CIEPs

BrizolaSó para Lembrar:

Leonel de Moura Brizola (Carazinho 22/01/1922 – † 21/06/2004)

Lançado na vida pública por Getúlio Vargas foi o único político eleito pelo povo para governar dois estados diferentes. (RGS e RJ) em toda a história do Brasil. Exerceu também a presidência de honra da Internacional Socialista.

Foi prefeito de Porto Alegre, deputado estadual e governador do Rio Grande do Sul, deputado federal pelo RGS e pelo extinto Estado da Guanabara e duas vezes governador do Rio de Janeiro.

Sua influência política no Brasil durou aproximadamente cinqüenta anos, inclusive enquanto exilado pelo Golpe de 1964 contra o qual foi um dos líderes da resistência.

Por duas vezes foi candidato a presidente do Brasil pelo PDT, partido que fundou em 1980, não conseguindo se eleger. Morreu aos 82 anos de idade, vitimado por problemas cardíacos.

Entre outros projetos políticos, Brizola foi o idealizador dos Centros Integrados de Educação Pública (CIEPs) que foram o principal projeto educacional dos dois governos Brizola no Rio de Janeiro. Idealizados e planejados por Darcy Ribeiro na parte organizacional e pedagógica, e por Oscar Niemeyer na concepção arquitetônica

E porque estou trazendo a tona toda essa historia do militante do PT?

Porque nas chuvas da Região Serrana do Rio de janeiro, os CIEPs idealizados por ele foram os únicos que ficaram de pé sem nada acontecer em suas dependências, servindo de alojamento para os desabrigados e para distribuição de doações. Situadas em São José do vale do Rio Preto, Friburgo, Petrópolis e Itaipava e Nova Friburgo, este último que recebe os corpos das vítimas.

Sabem por quê?

Os CIEPS se diferem das escolas tradicionais no aspecto arquitetônico, elaborado por Oscar Niemeyer, eles foram erguidos num sistema de encaixe de peças de concreto, pré-moldadas feitas na Fábrica de Escolas. (lembram-se?) Tais peças eram levadas até o ponto de construção por carretas e eram içadas por guindastes. Isso gerava críticas por parte da oposição que alegava alto custo na construção.

A grandiosidade dos prédios era outro ponto de divergência. Os adversários do projeto diziam que isso deixava a manutenção de um CIEP bastante onerosa aos cofres públicos. Brizola e sua equipe de governo se defendiam mostrando, através de dados, que o custo/benefício de um CIEP era menor que de uma escola tradicional.

Os CIEPS são equipados com salas de aula, quadra poli-esportiva, biblioteca, consultório dentário, cozinha, banheiro com duchas e, em alguns, com piscina. Atualmente muitos se encontram abandonados ou funcionando fora do projeto pedagógico de Darcy. Alguns deixaram de serem escolas para sediar órgãos da administração estadual.

Pois é…

O polêmico Brizola foi acusado de idealizar obra faraônica.

É uma pena que os CIEPs não vingaram ate os dias de hoje no mesmo projeto em que foram idealizados, mais os que vingaram, ficaram de pé mostrando uma obra com materiais de construção de boa qualidade o que não poderia ser diferente na arquitetura de Oscar Niemeyer.

Vai um chimarrão ai Tchê?

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>