A casa das comidas cheirosas e apetitosas…

Aqueles que me conhecem bem sabem das dificuldades que passei, quando do falecimento de meu marido e como dei a volta por cima com o esforço dos meus braços e de minha inteligência, que modéstia a parte e culminante.

Meu marido um homem muito trabalhador e por isso se tornou próspero. Claro! Por trás dele estava euzinha, o ajudando em tudo que se fizesse necessário.

Quando no leito de morte, as últimas palavras dele foram;

– Cuide de nosso filho. Vou deixar você muito bem financeiramente. Seja inteligente.

Meu marido só não contava com as aberturas legais que a nossa justiça libera, através do capeta. Capeta esse que se fez presente na família dele, me levando aos tribunais para roubar-me o que de meu direito é e será.

Quando das dificuldades que meu filho e eu passamos, não encontramos um ombro amigo ou alguém que pudesse nos ajudar e saciar a nossa fome que infelizmente era todos os dias.  Com exceção de uma vizinha querida que hoje sumiu no tempo por conta de um mal entendido.

Filho meu… Um homem honrado, de caráter excelente, estudioso e inteligente, largou faculdade e caiu no campo de trabalho para trazer o pão para que pudéssemos dormir com algo no estômago.  Trabalhou duro em funções que ficavam abaixo de sua formação profissional e intelectual. Mais ele não media esforços para que eu pudesse ter tudo a tempo e a hora. Ao ver meu jovem filho na labuta de cada dia, larguei a depressão, a fragilidade do corpo doente pelo câncer e fui à luta também.  Devido à idade avançada e aos anos fora do campo de trabalho, também exerci funções que não conduziam com a minha formação profissional.

Assim… Unidos… Fomos vencendo e conquistando tudo o que a justiça brasileira AINDA NÃO me deu por direito e integridade.

Hoje… Conquistamos nosso espaço perante a sociedade, reintegramos a moral, a alegria e principalmente a união entre mãe e filho.

Crescemos gradativamente ao longo de sete anos intermináveis e honestamente nos orgulhamos de todo o processo doloroso em que sozinhos encontramos a cura.

Aqueles que um dia fingiram não nos conhecerem voltaram a se aproximar e por uma questão de educação e bom convívio fingimos também que nada aconteceu nos anos passados.

Pensaram que ficaríamos no fundo do poço para dizerem BEM FEITO, BEM FEITO, não entendem como demos a volta por cima e emergimos das águas. Essa curiosidade vem sendo relevante em todos que por um motivo ou outro fizeram parte da minha vida ou ainda fazem por questões eu não sei bem dizer por que.

Hoje pela manhã, ao abrir a porta da cozinha da minha casa para jogar o lixo, meu vizinho também saia para pegar o elevador e me saiu com essa:

– A casa das comidas cheirosas e apetitivas, que me deixa com água na boca. Você nunca me oferece uma prova de todos esses quitutes de cheiro agradabilíssimo.

– No mesmo momento lembrei-me de vários Natais em que não tínhamos nada literalmente para cearmos enquanto o mesmo cheiro apetitoso surgia da casa dele entre tilintar de copos, risos e muita música. Nunca recebi um convite, apesar de esse vizinho saber o que nós estávamos passando, para cearmos em sua casa.

Limitei a sorri diante de sua interlocução e apensa disse:

– Bom dia pro senhor também!

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

One thought on “A casa das comidas cheirosas e apetitosas…

  1. Miriangela Ferreira

    É minha irmã, não gosto nem de me lembrar desse tempo, pois eu tb. não pude fazer nada para lhe ajudar, pois por uma triste coincidencia eu tb. estava numa situação parecida com a sua e passando por uma tremenda depressão, só poderia mesmo lhe ouvir ao telefone por horas e horas por um telefone que um amigo lhe cedeu (…?) pois nem isso podíamos. Eu ficava desesperada, mas não podia lhe demonstrar, tinha que me fazer de durona, para lhe passar otimismo e esperança, mas só eu sei como fazia aquilo, vou te confessar uma coisa, que nunca lhe falei, por algumas vezes, deixei o telefone em cima do móvel para vc. pensar que tinha adormecido e chorava, chorava muito, passava muito mal com aquelas dores no peito, a pressão subia, meus filhos não percebiam nada, pois geralmente já era de madrugada, eles dormiam. Detestava fazer isso, mas precisava pois corria o risco de acontecer coisa pior, vc. sabe que tenho saúde para dar e vender, até hoje quando falo no assunto, sinto uma sensação estranha, um aperto no peito, e muita vontade de chorar, pois eu, melhor do que ninguém sei o que vc. passou, tanto na era Marco e na era pós .Ele sabia que se faltasse, esses urubus iriam lhe puxar o tapete, por isso a preocupação com seu futuro, até hoje tenho anotado na minha bíblia o nr. do telefone do advogado que ele me pediu para anotar, e caso acontecesse algo a ele ou mesmo a vc. eu entrasse em contato imediatamente, ele pensava que o safado fosse amigo dele e iria cuidar das suas coisas, está apagadinho , mas está lá, nunca se sabe, vai que precise para alguma coisa na justiça. Mas não vamos desistir, já lhe falei que o advogado é Jesus e o juiz é Deus, e com essa dupla, não tem advogado picareta, safado que lhe tire o que é de direito confio nisso , sempre confiei, nunca perdi a esperança , e sinceramente acho que voce realmente está de parabéns, teve momentos que pensei que não fosse aguentar, pois foram muitas decepções e vc. sempre confiou , creu, sempre foi muito romantica, coração de leão , sempre ajudando a todos até financeiramente, para depois descortinar esta realidade fétida de uma vez, diante dos seus olhos, a comerçar pela família do seu marido, que sempre a colocou em alta conta, para depois fazerem o que estão fazendo, mas vc.foi mais forte do que tudo, e graças a Deus e ao seu “topete” que as vezes me dizia em tom de desafio :
    “___ Fala sério …. voce é otimista demais, fala isso porque não é com voce, aí é fácil mas quem está aqui passando dificuldade sou eu e meu filho ……… então tá, vou confiar como vc. está me pedindo, vou ter esperança, pensar positivo, essas “babozeiras” que vc. fica enchendo meus ouvidos, se não acontecer ,vc. terá que me dar razão , que a humanidade é podre, que Deus não existe, e que essa vida é uma porcaria …..” e por aí seguia seu discurso, cheio de mágoa, rancor, mas nunca desistí , por mais que me xingasse, não desistí, e não desistirei nunca, sou como a fenix, já resurgi das cinzas várias vezes, e sempre resurgirei, principalmente agora que adotei uma criança linda, e quero que ela tb. se sinta uma grande fenix , amineirada , ela não é mineira, mas estou ensinando a ser , para que nunca mais ela seja enganada, explorada, roubada, se alguem se atrever , receberá na mesma moeda, pelo que vejo , ela está aprendendo direitinho, é isso aí , vamos continuar lutando , sempre juntas , conte sempre comigo, prá tudo, principalmente nas horas ruíns, porque nas boas, não faltam candidatos . Ah sim, o nome da minha pupilinha , já ia me esquecendo !

    MARIZA RINALDI
    TE AMO !
    Miga formiga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>