Aos meus leitores… Desculpas!

KikaRioQuando criei esse blog, com a ajuda de meu filho, a intenção era de registrar todos os dias a minha maneira de pensar sobre assuntos polêmicos, registrar meus pensamentos, as poesias que escrevo modestamente, fatos ocorridos e também divulgar minhas histórias fictícias que ainda na infância já escrevia na forma de redação para deleite de meus professores. Queria na realidade criar um diário eletrônico.

Trabalhei em algumas empresas importantes onde eu usava máquina de escrever elétrica da IBM, taquigrafia, telex, mimeógrafo, PABX e vários outros maquinários de escritório.

Hoje, já numa idade avançada, a tecnologia moderna chegou. Que bom! ainda vivo para aprender a trabalhar e brincar com todos esses produtos. Nossas crianças já nascem sabendo mexer em toda parafernália tecnológica que tanto amo.  São tantos IPad, IPhone, laptop celulares e várias outros produtos no mercado. Porém, o que me falta no momento é tempo.

Sim!!!! Leitor amigo me falta tempo! Sempre pensei que ao envelhecer eu teria tempo de sobra para fazer o que eu quisesse sem me preocupar com horário, trabalho, contas domésticas, e tudo que essa vida moderna me causou mesmo com toda a tecnologia.

Claro! Uma coisa não tem a ver com outra. Mais pensei num mundo moderno, num país avançado e estruturado, onde ao envelhecermos estaríamos amparados, onde teríamos sossego, sem grandes preocupações.

O tempo passou tão rápido de uns tempos para cá e quando me dei conta estava envelhecida e viúva. Então descobri que após tantos anos trabalhando em grandes empresas, contribuindo assim para o país com meu trabalho e impostos que eram descontados diretamente de meu salário sem que me perguntassem se eu aceitava esse desconto, teria que voltar ao trabalho.

A dura sina foi voltar ao campo de trabalho com tantas exigências e currículo que em algumas empresas eu desconhecia tal aptidão. Descobri que algumas empresas a aptidão seria uma mulher jovem com belas pernas, não importando se tem experiência e responsabilidade.

Então, tive que me virar com o que me aparecia e como o salário é sempre muito baixo, acabei em dois empregos. Eu diria até três empregos, pois quando chego a minha casa ainda tenho todo o serviço doméstico me esperando. Meu único filho me ajuda como pode e é outro que apesar de toda cultura tem também que suportar certas coisas. Isso quando ele não tem que ficar numa ponte aérea por algumas semanas.

Apesar da idade e da saúde vulnerável, trabalho feito um boi da lida, ou melhor, feito uma vaca velha virando o moinho, não me sobrando tempo e nem aspiração para registrar tantas coisas que eu gostaria de compartilhar com todos. Mais a bem da verdade não são todos que visitam meu blog para ler o que estou pensando no momento ou que estou registrando sobre aquele fato televiso ou político. Por eu  já ser um artigo de museu, não sei falar a língua dos jovens e por sua vez os velhos se modernizaram para não ficarem velhos de pedra.

Tenho ciência que o que eu escrevo não é de interesse da maioria das pessoas, pois não comento sobre o saradão do BBB, nem tão pouco sobre a vida particular dos artistas, não escrevo MIGUXA, NEM e AMADA e nem comento sobre o coroa que fiquei no fim de semana.

Mais isso não importa! O que necessito é de tempo para poder registrar ou digitar minha imaginação, mesmo que seja para os poucos leitores que me visitam, concordando ou não com o meu ponto de vista. Que adoram minhas poesias e sentem prazer em ler minhas histórias irreais, que por muitas vezes escondem a realidade de toda uma vida nas entre linhas.

Assim, a esses poucos leitores, eu me desculpo por não estar atualizando diariamente esse blog. Por não registrar o meu parecer sobre as ações de nossos governantes, por novas poesias que estão inacabadas no Word e histórias da vida que também estão à espera de um final.

Além das desculpas, peço paciência e que não deixem de visitar a Nave de kika, deixar seu comentário, pois, assim como hoje, peço pra sair mais cedo do trabalho alegando coisas importantes, deixo todo o serviço da casa por fazer e me delicio com o meu computador e toda a facilidade que ele me proporciona escrevendo mais um artigo ou uma história qualquer para você que sempre esta presente, batendo o ponto diariamente na NavedeKika.

Agradeço imensamente a sua presença, aproveitando ainda, para dizer a você leitor, a importância da sua visita, mesmo os leitores que não conheço pessoalmente.

Abraços carinhosos.

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

One thought on “Aos meus leitores… Desculpas!

  1. Boa tarde Kika!
    OK 😉 Que vc continue a iluminar a vida das criaturas que se acercam de você.
    Perdoe sempre e siga adiante,evitando aborrecer-se.
    Deixe que sua alegria brote do ítimo de seu coração
    bom e generoso.
    Viva sua vida,de acordo com as luzes que lhe chegam
    ao alto.
    O íntimo só Deus conhece.
    Bjs e sucesso 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>