Fecha as Portas do Canecão do Rio de Janeiro

Fui surpreendida com a notícia, do fechamento da casa de Show “Canecão.” Uma casa maravilhosa como poucas. Uma casa ampla e confortável, localizada num dos lugares mais acessíveis do Rio de Janeiro e com um ótimo serviço de bar. Um patrimônio cultural que traz em sua bagagem uma memória musical. Não há como negar a importância da casa. Basta rever a trajetória de grandes nomes inquestionáveis da música brasileira e grandes artistas internacionais.

Tendo como seu fundador Mário Priolli, a casa de shows foi inaugurada no dia 20 de junho de 1967, inicialmente como cervejaria, por isso o nome Canecão. A cantora Maysa ao retornar de uma temporada na Europa, fez uma mega apresentação no Canecão, lotando a casa durante a turnê. O Canecão assim. Entraria para a história como uma das melhores casas de show do país.

Eu mesma testemunhei shows maravilhosos no Canecão. Espetáculos de grande e médio porte. Lembro-me quando Elimar Santos apostou tudo o que tinha para se apresentar no Canecão projetando o seu trabalho para o mundo. Roberto Carlos e vários nomes consagrados da MPB. Também assisti nomes internacionais como Tony Bennett, Julio Iglesias e Dionne Warwick às bandas de metal Stratovarius e Nightwish entre muitos outros.

Mario Hamilton Prioli, principal sócio do Canecão foi acusado de falsidade ideológica e estelionatário, abrindo outra empresa para aprovar, junto ao Ministério da Cultura, um patrocínio de R$ 7,5 milhões anuais vindos da Petrobras. Acredito que seja por isso que a Petrobrás retirou o seu patrocínio. Há muito tempo que esse senhor ganha dinheiro  as custas do patrimônio público. A corrupção da ganância!

A reintegração de posse devolve o imóvel à UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). O processo entre a duas partes estava na Justiça há 39 anos, quando a UFRJ pediu o imóvel de volta pretendendo gerir um centro cultural.

Se o imóvel pertence a UFRJ e não houve o cumprimento do acordo para a gestão da casa de show pelo então Mário Prioli, acho justo que haja justiça reintegrando o imóvel a quem é devido. O que me incomoda é acreditar que a UFRJ ira administrar perfeitamente bem esse futuro centro cultural, pois basta olhar a decadência do Hospital do Fundão, na Cidade Universitária na Ilha do Fundão e o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, que são da tutela da Universidade.

De qualquer forma lamento muitíssimo o fechamento do “Canecão” e acredito que se o Canecão fosse localizado em São Paulo, isso não aconteceria, pois São Paulo oferece uma grande variedade de alternativas turísticas e culturais, tanto na capital como no litoral e interior. O Estado conta, ao longo de todo o ano, com uma programação cultural de nível internacional com vários eventos, assim como as Bienais de Arte, livros e a Mostra Internacional de Cinema entre tantas outras opções. Abriga ainda uma variedade de bares e restaurantes, salas de cinemas, teatro, museu e centros culturais.

Aos cariocas resta agora se deslocarem para a Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro para poder assistir um bom show, uma peça de teatro ou um cinema. Haja grana para despesas com locomoção.

Acredito que ficamos mais pobres na cultura e no lazer.

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>