Nada!

Nada

Nada é tão santo, como o seu santo nome,
Nada é tão amável como sua amabilidade,
Nada é tão traidora como a sua traição,
Nada é tão insuperável como a sua presença,
Nada é secular como o teu tempo,
Nada é tão esmagadora como a sua partida,
Nada se compara a sua passagem pela minha vida.

NADA!

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

One thought on “Nada!

  1. Kikinha… Adorei o poema NADA! Ele tem palavras fortes mas também possui palavras doces, que relatam um ser humano em seus defeitos e vitudes. Adorei cada palavra que você usou, teve um contraste e uma contradição que completava e caia muito bem com cada frase, dando um ar de perfeição e complemento ideal ao poema. PARABÉNS, grande poeta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>