A carta de dona Esmeralda Guido de Aguiar

Carta de despedida

Carta de despedida

Aos meus queridos familiares,

Quando esta carta se tornar um post na internet, eu já estarei em algum lugar desconhecido para todos vocês. Em breve palavras, vou defender a minha atitude:

Durante a minha infância e juventude não tive uma vida fácil. Trabalhei muito para manter o sustento da família e o meu próprio sustento. Um dia, juntei a escova de dente com o pai de vocês, meus filhos. Pouco tempo depois, percebi o erro. Continuei trabalhando muito, além do trabalho fora ainda tinha o trabalho do lar para dar a boa vida que seu pai merecia.

Vocês vieram ao mundo aos trancos e barrancos, mas, tudo que eu pude fazer por vocês eu fiz e até hoje eu continuo a fazer. Isso inclui as roupas lavadas e passadas, a comida pronta, a limpeza dos aposentos de vocês e ainda os serviços extras de educadora, secretária, contadora, investidora, aconselhadora, jardineira, costureira e vez ou outra de massagista. Tornei a me casar quando da separação. Um homem maravilhoso! Um cordeiro na pele do Lobo, que só fui descobrir a verdadeira roupagem após muitos anos. Nesse tempo o trabalho diminui, mais ainda assim continuei a trabalhar muito, pois comandava a minha empresa; “A CASA” com sabedoria e muita dedicação.

Quando o cordeiro foi tosquiado o Lobo apareceu e junto um caçador que sem pena atirou certeiro na cabeça.  Após o Lobo virar churrasco, a minha empresa faliu e vocês, minha querida família, sumiram no cortejo fúnebre daquele coitado. Família que usufruíam dos louros da empresa. Fui a centro avante de todos você! Então tive que ressurgir das cinzas e virar uma Wonder Woman. Aos poucos fui levantando a empresa sem sócios.

Foram muitos anos comandando toda a indústria familiar e quando da quebra financeira, tive os títulos protestados e a empresa na dívida ativa. Cheguei ao esgotamento físico e mental, pois meu corpo já não agüentava mais tanto baque. Surgiram então as doenças físicas e junto uma baixa no estaleiro para renovar toda a engrenagem humana. Foram inúmeras trocas de peças e o funcionamento da principal placa Mãe, esta com algumas substituições de peças duvidosas.

Isso gera algumas complicações, como pressão alta e das enxaquecas matinais que o meu fígado, também cansado da quimioterapia me causa. A rotina me fadiga e a falta de oportunidades me deixa seriamente aborrecida. Estou cansada de fazer milagres, fazer contas matemáticas, criar culinárias com o pouco que se acomoda na minha geladeira e sempre finjo que estou num concurso, para ver quem consegue cozinhar melhor sem os ingredientes necessários, cujo premio é de milhões de dólares. Claro que sempre me considero a vencedora. Jesus, o filho do Pai, ficaria maravilhado com meus milagres culinários; pois ele mesmo transformou a água em vinho e perderia feio para mim, pois o vinho hoje em dia não é de tanta importância, pois o povo prefere mesmo a cerveja gelada.

Não suporto mais a TV, onde só vejo mulheres lindíssimas de bunda extremamente grande, seios fartos e uma boca que no meu tempo daria um nome pornográfico que não convém dizer aqui. Diante dessas beldades quase sempre ignorantes intelectualmente, descubro que de nada me adiantou passar noites a fio estudando. Deveria ter só malhado para ser uma dessas beldades que ganham uma fortuna apenas para mostrar à bunda. Infelizmente a minha já sumiu. Acho que ficou tudo na minha empresa. Percebo agora na velhice que a minha roupagem esta muito batida, rota e sem cor. Fico zangada por qualquer coisa, brigo nas filas do banco, dos mercados.

Outro dia conversando na fila uma senhora me disse que sua filha não quer mais que ela enfrente filas, pois já estava providenciando uma empregada para ela. Sua filha adquiriu muitas posses, muitas jóias, imóveis, carro de luxo e que já conhece todo o país e que no momento atual ela estava em Las Vegas com um grande banqueiro jogando nos cassinos.  Idiotamente perguntei se a filha era uma empresária bem sucedida, no que ela me respondeu que a filha era call-girl, para não mostrar a minha ignorância com a língua estrangeira, apenas sorrir e ao chegar a casa descobrir no Google que ela era garota de programa, ou seja, puta mesmo. Porque não me falaram isso há mais tempo? Profissão rendosa com nome estrangeiro seria melhor que fazer milagres da multiplicação. De qualquer forma, para mim não da mais tempo, mais para algumas de vocês, minha família, pode ser que ainda dê pé.

Resolvi contar isso porque quero mandar todos vocês para a puta que pariu mais como para a maioria de vocês a puta que pariu sou eu, mando vocês mesmo para a zona. Não levo documento para não ser identificada e, por favor, não percam tempo fazendo retrato falado vou procurar um cirurgião para aumentar a bunda, o peito, o beiço, puxar os olhos, diminuir o nariz e vou pintar os cabelos de loiro. Pode ser que assim, sem lenço e sem documento, deixando todos vocês na zona  eu volte a ser feliz antes que eu morra de tanto burrice e desgosto. Deixo para vocês a Empresa Casa, dívidas e uma sopa de feijão com macarrão na panela. Esse cartão bancário que da direito ao caixa do povão, é da pensão mixuruca que o pai de vocês deixou. Tente fazer o milagre da multiplicação. Qualquer dúvida consulte a Bíblia. Fui!

Essa carta me foi entregue por dona Esmeralda Guido de Aguiar, para ser postada na internet. Como ela não me passou um endereço eletrônico eu resolvi postar no meu blog. Se você conhece algum familiar da Dona Esmeralda é só tirar uma cópia e entregar a família, quem sabe eles sejam mais competentes e assumam a Empresa e comecem a procurar por ela, reconhecendo a grandeza de suas aptidões, o amor, o carinho, o sacrifício e senso pratico para o trivial.

Kika

About Kika

Meu nome já não importa, mais meu apelido é Kika. Sou carioca da gema, do signo de peixes. Já passei da idade dos sonhos. Por incrível que possa parecer, ainda não descobri a minha missão e no momento não estou fazendo questão. Amo a natureza e todos os seus habitantes. Gosto de ir ao cinema, ao teatro. Quase sempre escuto o bom Blues. Procuro sempre me manter ocupada, isso me faz esquecer os problemas e a solidão. Não gosto de situações aborrecidas e tediosas e muito menos ter que ser simpática quando não o quero ser e nunca me importo com o que falam de mim ou pensam ao meu respeito. Sou direta e nunca faço rodeios. Tenho vários defeitos e não faço questão de corrigi-los. Sou assim e pronto! Desejo que você goste da minha NAVE e qualquer contato é só deixar o seu recado que eu retorno. Muita paz a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>